Guia de Óculos – Os efeitos da luz azul

Os efeitos da luz azul

1200x725_2 0

Você tem sentido dificuldades pra pegar no sono ou acordado ainda cansado?

Esses sintomas são recorrentes atualmente principalmente entre os jovens e podem estar relacionados diretamente às tecnologias que não saem das suas mãos: os tablets, smartwatches e smartphones.

A luz emitida por esses dispositivos altera o chamado ritmo circadiano (ou o chamado “ritmo do sono”) de uma forma que os cientistas estão apenas começando a entender. Ou seja: o uso desses aparelhos no período noturno faz com que o cérebro não entenda que está na hora de dormir. Assim, ele acaba por não dar o sinal correto para a produção correta da melatonina, o hormônio do sono.

Isso acontece pois o sol é o maior produtor de luz azul no nosso cotidiano. Ao ser constantemente exposto à essa luz por meio dos smartphones, smartwatches, televisões e computadores, o cérebro interpreta erroneamente os estímulos e não entra em modo de repouso completo.

Além de desligar os aparelhos, você pode também trocar a polaridade das telas. Ou seja: colocar fundos pretos e letras brancas para diminuir a incidência de luz. Caminhar pela manhã é outra dica que também ajuda seu cérebro a se regular.

E tem mais uma, claro, que é usar filtros para a sua visão.

As lentes Transitions ajudam a proteger seus olhos deste tipo de luz e, consequentemente, ajudam a garantir um sono mais tranquilo e proveitoso.

Conheça mais sobre nossa tecnologia clicando aqui.

Comentários

Deixe uma resposta