A VISÃO DOS HOMENS - Guia de Óculos
/Saúde

A VISÃO DOS HOMENS

A baixa frequência de pessoas do sexo masculino nos serviços de saúde foi objeto de estudos na Universidade de Connecticut, nos Estados Unidos. De acordo com o resultado da pesquisa divulgada em dezembro em que 491 pessoas, entre mulheres e homens, foram entrevistados, os homens deixam de procurar ajuda médica por causa de valores culturais ligados à masculinidade e por se sentirem auto suficientes.

 

Porém, é preciso muita atenção, pois doenças oculares como o daltonismo, catarata, glaucoma, degeneração macular, inflamação ocular, entre outras, são muito comuns nos homens.

 

O daltonismo, que é a alteração na percepção das cores, é uma das questões mais ligadas ao sexo masculino, afetando um em cada 10 homens. Há alguns subtipos do glaucoma que também são mais prevalentes no sexo masculino. Além disso, por estarem muitas vezes ligados à profissões que envolvem trabalho pesado ou braçal, acidentes de trabalho também acabam se tornando mais comuns entre eles.

 

A falta de acompanhamento e o atraso na realização de tratamentos pode fazer com que doenças se agravem, aumentando as chances de cegueira. A catarata, por exemplo, quando tem seu tratamento postergado por um longo período, pode levar a outras complicações, como uma piora importante da visão do paciente.

 

Outra doença que ataca de forma silenciosa é o glaucoma: a enfermidade altera o campo de visão sorrateiramente e pode deixar o paciente cego se não for devidamente tratada.

 

Portanto, não se esqueça: a avaliação oftalmológica de rotina em um paciente saudável deve ser realizada ao menos uma vez ao ano. Já quem apresenta alguma doença ocular, deve ser avaliado com maior frequência, de acordo com a orientação do seu oftalmologista.
Além disso, em caso de qualquer alteração ocular como piora da visão, desconforto ou vermelhidão nos olhos, é importante buscar atendimento oftalmológico imediato, mesmo que antecipe o prazo esperado para a avaliação de rotina