Guia de Óculos – TÁ NA INTERNET? ENTÃO TEM LUZ AZUL

TÁ NA INTERNET? ENTÃO TEM LUZ AZUL

Close-up shot of woman hands with smartphone in the city at night. Technology, winter and holiday concept 1

Você faz parte dos 85% dos brasileiros que utilizam a internet diariamente?

 

Bem, se você está lendo esse texto, com certeza está fazendo isso no computador ou celular (a não ser que você tenha colocado a querida impressora pra funcionar!).

 

E isso significa que neste momento você provavelmente está exposto à radiação da luz azul nociva.

 

Esse tipo de luz – que é exatamente a mesma radiação que é emitida pelo sol, apenas em diferente intensidade – pode causar diversos tipos de danos à nossa saúde, especialmente aos olhos.

 

Devido ao tamanho de seu comprimento de onda, essa luz é percebida diretamente pela parte de trás dos olhos, onde está localizada a mácula, uma área muito sensível à recepção de luz e que controla a visão central.  

 

As células dessa região não se renovam, por isso sua degeneração pode gerar doenças muito sérias.

 

Para aproveitar a tecnologia sem riscos à saúde, o ideal é utilizar lentes oculares como Transitions, que contém um filtro bloqueador de luz azul, garantindo também a redução de sintomas como ardência nos olhos e dores de cabeça, típicos da fadiga ocular.
Conheça mais sobre a luz azul clicando aqui.

Comentários

Deixe uma resposta