Perguntas Frequentes

[su_accordion][su_spoiler title=”como aplicar colírio?”]Como usar:

Aplicar uma gota em cada olho, puxando levemente a pálpebra inferior. Ocluir os olhos e permanecer assim por aproximadamente dois minutos. Após a aplicação, abrir os olhos e limpar o que escorreu pela face (sem esfregar os olhos).
Caso use colírios para controlar a pressão intraocular, comprima os pontos lacrimais situados no canto nasal de cada olho; (comprimi-los em direção ao nariz) por dois minutos.

 

Alguns cuidados:

  • Evite encostar o bico do colírio nos cílios na hora de aplicá-lo.
  • Não coloque a boca da tampa virada para baixo, evitando assim o contato e a contaminação com a superfície de apoio.
  • Caso seja necessário o uso de dois colírios – Dê um intervalo de 10 minutos entre um colírio e o outro.
  • Não use colírios enquanto estiver com as lentes de contato nos olhos, a não ser os colírios especiais que são designados para tal. Dependendo do caso, se o oftalmologista autorizar o uso, recoloque as lentes após quinze minutos da aplicação do colírio.
  • Somente use colírios prescritos pelo oftalmologista.
  • Verifique sempre a data de validade do produto.

[/su_spoiler]

[su_spoiler title=”como é a visão do recém-nascido?”]O recém-nascido só percebe luz. Na terceira e quarta semanas começa uma fixação, porém bem rudimentar; apenas com um mês de vida é que o bebê começa realmente a enxergar.[/su_spoiler]

[su_spoiler title=”óculos comprados em camelô fazem mal à visão?”]Óculos prontos em farmácias ou no camelô geralmente possuem má qualidade e podem destorcer imagens provocando até dores de cabeça e nos olhos.

Antes de comprar seus óculos é fundamental passar por uma avaliação oftalmológica. Nesta avaliação, o profissional fará o diagnóstico preciso, avaliará possíveis doenças e realizará exames, como o de fundo de olho e a medição de pressão ocular.

Além disso, a maioria dos usuários de óculos não apresenta o mesmo grau nos dois olhos, característica principal dos óculos prontos.[/su_spoiler]

[su_spoiler title=”leio demais, posso ficar com a vista cansada?”]
Esforço visual não é prejudicial ao olho, ao contrário, quanto mais lermos, mais facilmente o cérebro interpretará o que leu.[/su_spoiler]

[su_spoiler title=”exercícios para os olhos podem curar meu problema nos olhos?”]
Nenhum exercício ocular consegue fazer com que a pessoa deixe de usar óculos. Os vícios de refração (Miopia, Hipermetropia, Astigmatismo) estão relacionados com a anatomia do globo ocular (maior/menor que o normal e córnea não perfeitamente esférica); e exercício nenhum consegue modificar isso.

Já nos casos de crianças com deficiência visual cuja visão é fraca mesmo com óculos, deve-se estimulá-las a usar a visão residual que possuem, pois assim conseguirão interpretar o que estão vendo mais facilmente.[/su_spoiler]

[su_spoiler title=”ler dentro de veículos em movimento é perigoso?”]
Ler no ônibus, trem, avião ou no carro não é prejudicial aos olhos. Alguns podem sentir enjoo quando leem no veículo em movimento, outros podem ler à vontade; é uma reação individual.[/su_spoiler]

[su_spoiler title=”ver televisão de perto pode prejudicar a visão?”]
O ideal é sempre fazer um intervalo para relaxamento após uma hora assistindo à TV, usando o computador ou jogando videogame.[/su_spoiler]

[su_spoiler title=”posso dormir com lentes de contato?”]
Existem três tipos de lentes de contato: as gelatinosas, silicone-hidrogel e as rígidas. Porém, há vários tipos de formas de uso das lentes de contato:

Diário – quando as lentes são retiradas diariamente e não são indicadas para serem usadas durante o sono.

Contínuo – utilizadas mesmo durante o sono, com durabilidade determinada.

Flexível – quando existe a possibilidade de o paciente usar durante o dia e, eventualmente, durante o sono (apesar de não ser recomendado por muitos oftalmologistas dormir com as lentes).

Ocasional – para serem usadas ocasionalmente, por exemplo em atividades esportivas e sociais.[/su_spoiler]

[su_spoiler title=”uma lente de contato pode ir para dentro do olho?”]
As lentes não podem ir para o fundo do olho e muito menos alcançar o cérebro. Quando ela se desloca e fica embaixo da pálpebra superior ou inferior, é facilmente removível; basta um pouco de treino.[/su_spoiler]

[su_spoiler title=”diabetes pode causar cegueira?”]
Sim. Por isso, há a necessidade de exames oculares regulares em portadores de diabetes. Estar sempre alerta ao sinal de mancha fixa que possa aparecer na visão. Qualquer diferença, procure imediatamente seu oftalmologista.[/su_spoiler][/su_accordion]